Blog

Perda auditiva infantil: causa, sinais e cuidados

Sabemos que a perda auditiva é mais comum em idosos, mas as crianças, também, não estão livres dela. Uma criança com perda auditiva pode ter dificuldades para aprender a falar, já que essa é uma habilidade que aprendemos ouvindo outras pessoas falarem. Assim, é importante entender como essa perda acontece e as possíveis maneiras de evitá-la.

Se o seu filho já nasceu com perda auditiva, ele, muito provavelmente, será identificado nos primeiros exames que a criança faz ao nascer. No entanto, ela também pode ser causada por fatores externos, como algumas doenças, sendo as infecções de ouvido, chamadas de otites, as mais frequentes.

Assim, é importante tomar alguns cuidados para evitar que isso aconteça. Confira algumas dicas:

  • Amamente seu bebê na postura correta – mais ereta – para evitar a otite;
  • Tome cuidado com objetos pequenos, que podem ser enfiados no ouvido por sua criança;
  • Evite as hastes de algodão: limpe o ouvido com a própria toalha ou fralda de pano;
  • Não exponha a criança a barulhos muito intensos;
  • Tome cuidado com doenças que podem causar a perda auditiva, tais como sarampo, caxumba, rubéola e outras.

Também é importante ficar atento aos sinais da perda auditiva em crianças – que variam de acordo com a idade. Confira:

Idade

Sinais

1 mês

Não se assusta com barulhos.

3-4 meses

Não olha para a fonte de um som.

Não percebe você, até que te veja.

5-12 meses

Se concentra em sons vibrantes, ao invés de uma ampla variedade de sons.

12 meses
ou mais

Fala atrasada ou difícil de compreender.

Nem sempre responde quando é chamado.

Parece ouvir alguns sons, mas outros, não.

 

O tratamento da perda auditiva em crianças pode ser feito com aparelhos auditivos e implantes cocleares. Se for necessário, a criança também pode fazer tratamentos para aprender a falar e a se comunicar melhor.